Adiar o início do ano letivo nas redes municipais de ensino poderá ser uma saída para os prefeitos da região da Serra Geral driblarem a crise.

Proposta neste sentido foi formulada pelo prefeito de Mato Verde, Oscar Lisandro Teixeira durante a reunião do Consórcio Intermunicipal de prefeituras realizada no início deste mês em Janaúba.

Presentes ao evento, cerca de 15 prefeitos da região inclusive gostaram da ideia que ficaram de avaliar tal possibilidade junto às suas Secretarias Municipais de Educação visando colocar em prática.

Pela proposta, o prefeito matoverdense explica que, após as férias tradicionais e regimentais de janeiro, as prefeituras dariam férias coletivas aos professores em fevereiro e o ano letivo começaria, oficialmente, após o carnaval, dia 7, quinta-feira ou 11, segunda-feira já em março.

Assim, esperam os prefeitos, economizariam recursos e conseguiriam organizar as escolas para receberem os alunos e profissionais da Educação, “uma vez que as prefeituras se encontram quebradas, aguardando o repasse de recursos retidos junto ao governo estadual, principalmente do Fundeb, que é justamente usado para a área de Educação”, diz Oscar Teixeira.

A ideia, que foi bem recebida pelos seus pares prefeitos, presentes à reunião seria agora trabalhada junto às Secretarias Municipais, ouvindo diretores de escolas, profissionais da área e secretários de Educação para viabilizarem.

O Consórcio União da Serra Geral, inclusive está elaborando um documento de adesão para efetivar a proposta em todo o território da região da Serra Geral de Minas.